10 atualizações no Google I/O

Em direção a uma Web mais poderosa e útil.

Estamos concluindo o evento no Google I/O deste ano, com mais de 100 novas APIs, componentes e ferramentas discutidas na palestra de abertura e nas sessões sob demanda do Chrome. Confira dez atualizações mais interessantes para nós. Envie seus favoritos e dúvidas para @ChromiumDev.

1. A WebGPU aprimora a IA e o machine learning no navegador

Essa API recém-disponibilizada desbloqueia a potência do hardware de GPU e torna a Web realmente pronta para IA. Bibliotecas de ML como a Tensorflow.js são executadas 100 vezes mais rápido na WebGPU do que o JavaScript comum, e a WebGPU é executada três vezes mais rápido do que o WebGL (o padrão ouro anterior para gráficos da Web). O fato de a WebGPU ser executada no dispositivo (e não na nuvem) também ajuda os desenvolvedores a economizar, diminuir a latência e criar novos recursos de IA que preservam a privacidade.

2. WebAssembly leva os apps Android para a Web

Para desenvolvedores que buscam aprimorar os investimentos em código, a compatibilidade do WebAssembly com linguagens de memória gerenciada, como Kotlin e Dart, abre uma grande oportunidade de reutilizar a base de código existente e alcançar os usuários não apenas nos apps nativos, mas também na Web. Graças a alguns trabalhos iniciais da JetBrains, os desenvolvedores Android que criam com o Kotlin agora podem escrever os recursos do app uma vez e usar o WebAssembly para implantá-los na Web.

3. O valor de referência traz mais clareza e previsibilidade para a Web

Trabalhando no grupo da comunidade W3C WebDX, estamos estabelecendo o Valor de referência como o conjunto principal de recursos que são totalmente compatíveis com as versões atuais e anteriores de todos os principais navegadores: Chrome, Edge, Firefox e Safari. Ao fazer parceria com agentes importantes, como a MDN e o caniuse.com, traremos essa linguagem e rótulo comuns diretamente no seu fluxo de trabalho. Todos os anos, vamos lançar o valor de referência 23, 24, 25... que vai ser uma "versão" de todas as novidades e compatíveis com todos os navegadores. Como um lançamento anual, para todo o ecossistema da Web. Acompanhe aqui.

4. Mais suporte para desenvolvedores de extensões do Chrome

As extensões desempenham um papel significativo em ajudar você a oferecer uma experiência mais personalizada aos seus usuários da Web, além de alcançar novos. Queremos preparar os desenvolvedores que investem nas extensões do Chrome para ter sucesso. Além da recente ampliação do cronograma de lançamento do Manifesto V3, estamos melhorando a interface da Chrome Web Store, atualizando a documentação de extensões e os exemplos, e adicionando novas plataformas de engajamento ao painel lateral do Chrome.

5. A interação com o Next Paint se tornará uma Core Web Vitals no ano que vem

Depois de extensas experimentações e feedback contínuo da comunidade sobre o conjunto atual de Core Web Vitals, anunciamos nossa intenção de substituir Latência na primeira entrada por Interaction to Next Paint (INP), uma métrica que mede a capacidade de resposta de maneira mais holística. Essa mudança vai entrar em vigor em março de 2024. Assim, damos tempo suficiente para você se familiarizar e otimizar para o INP.

6. As chaves de acesso trazem o futuro da autenticação para a Web

Para apps da Web que dependem de experiências conectadas, agora é a hora de fazer upgrade das senhas e da autenticação de dois fatores para chaves de acesso. Desenvolvida com base nos padrões do setor, essa tecnologia substitui significativamente as senhas e outros fatores de autenticação com phishing, além de criar uma experiência perfeita de login e autenticação para os usuários. É ótimo ver usuários iniciais, como a Shopify, que já estão tendo um impacto significativo ao integrar esta solução sem senha.

7. Novas tecnologias que preservam a privacidade com o Sandbox de privacidade

Ao trabalhar com o ecossistema na iniciativa Sandbox de privacidade, fizemos um grande progresso coletivamente na remoção de vetores de rastreamento na Web. Agora, estamos lançando uma nova funcionalidade de cookies com CHIPS e conjuntos primários, permitindo que os desenvolvedores se preparem para o fim dos cookies de terceiros no Chrome.

8. Mais recursos de interface da Web para melhorar a experiência do usuário e do desenvolvedor

O que realmente está elevando o padrão para apps da Web de qualidade é o progresso dos recursos de interface da Web no último ano. Isso inclui novos recursos responsivos de interface, componentes personalizáveis com padrões acessíveis e estado gerenciado pelo navegador e algumas atualizações muito interessantes nas APIs de animação e interações. Há tantas coisas boas no mundo de IU da Web e mal podemos esperar para ver o que você vai criar com ele.

9. O Chrome DevTools melhora a depuração do código do framework

Aprimoramos a forma de depurar seus apps da Web no Chrome DevTools em colaboração com vários frameworks do JavaScript. Você vai ter Stack traces mais limpos, uma nova opção "mostrar seu código" e mais confiabilidade de pontos de interrupção. Nosso objetivo é ajudar você a se concentrar no código que escreve e não no código que aparece por causa das suas escolhas de pilha. Nosso trabalho não para por aqui e continuamos a encontrar maneiras de aprofundar nossas ferramentas nos seus fluxos de trabalho e focar realmente em reduzir o atrito de desenvolvimento na Web. Acesse este artigo.

10. Centenas de atualizações de API na I/O deste ano

Várias APIs foram destacadas no I/O deste ano, desde soluções melhores de armazenamento e arquitetura até recursos de interface avançados, além de suporte aprimorado a periféricos, como teclados MIDI e tablets de desenho, no navegador. Assista o conteúdo on demand lançado no nosso canal do YouTube.

Queremos comemorar o fato de que todas as pessoas são convidadas para a Web e que estamos melhorando a plataforma juntos. Queremos muito ver o que você vai criar com essa Web nova, mais útil e eficiente.

Vejo você no próximo Google I/O!